Recomendações

  • Nunca se esqueça do seu Cartão do Cidadão ou Cartão de Utente do Serviço Nacional de Saúde, para ser apresentado quando solicitado, de forma a procedermos à sua correta identificação.
  • Mantenha atualizados os seus contactos (telefone fixo/móvel, e-mail e morada).
  • Não falte às consultas sem avisar previamente.
  • É muito importante compreender que o tempo de cada consulta, apesar de estar previamente definido, pode ser imprevisível. Esse tempo depende da maior ou menor gravidade das queixas que o utente apresenta.

Para conhecimento geral o tempo que cada médico tem para uma consulta de doença aguda é de 10 minutos, consultas programadas é de 15 minutos e consultas de Diabetes, Saúde Infantil e Juvenil, Saúde Materna e Planeamento Familiar é de 20 minutos.

  • Se tiver consulta marcada deve retirar a sua senha no quiosque eletrónico e aguardar pelo atendimento administrativo dos secretários clínicos, 15 minutos antes da hora.

Em caso de atraso do utente até 15 minutos após a hora marcada, a realização da consulta ficará condicionada à disponibilidade do profissional.

  • Como o tempo de consulta é limitado, não ocupe o médico com questões ou assuntos que não tenham relação com o seu estado de saúde. Programe 1 a 2 (no máximo) motivos de consulta por consulta, de forma a respeitarmos o horários de marcação de consultas, para todos os utentes e o médico conseguir dar o máximo de atenção ao motivo de consulta que traz.
  • Cada consulta é para o utente marcado na consulta. Uma consulta = Um utente.
  • Para que todos tenham acesso à consulta de Doença Aguda (problema de saúde que surgiu há menos de 2 dias ou em caso de agravamento de doença crónica), nunca marque uma consulta de urgência para as seguintes situações:

- Mostrar exames que o seu médico pediu;

- Para renovar receituário;

- Assuntos relativos a documentações;

- Queixas de sintomas não agudos.

  • Dirija-se de imediato ao Hospital de Vila Franca de Xira/ligue para o 112 nas seguintes situações:

- suspeita de AVC com aparecimento súbito de falta de força num braço e/ou perna, boca ao lado ou dificuldade em falar;

- suspeita de enfarte agudo do miocárdio com dor no peito que vai para o pescoço, queixo, braços ou costas, acompanhado de mal estar geral, suores frios e sensação de náuseas e/ou vómitos;

- Situações de emergência como acidente, agressão, intoxicações, hemorragias, queimaduras ou feridas extensas.


O QUE NÃO FAZEMOS NESTA USF

Alguns serviços que estão fora do âmbito dos Cuidados de Saúde Primários ou dos objetivos da prática da Medicina Geral e Familiar, nomeadamente:

  • Atendimento de situações de emergência e acidentes graves;
  • Transcrição de exames médicos de Medicina do Trabalho, Seguradoras, Consultas Hospitalares ou Privados, conforme legislado no Despacho 10430/2011 de 18 de agosto de 2011;
  • Preenchimento de formulários de instituições privadas;
  • Carta de Caçador;
  • Licença de uso e porte de arma;
  • Atestados para desportos federados e clubes desportivos;
  • Atestados para tribunal (se a doença não tiver sido comprovada nessa hora)

NOTA: salvaguarda-se as situações de exceção que o respetivo médico de família entenda atender, após avaliação caso a caso.


LIVRO DE RECLAMAÇÕES / ELOGIOS

Poderá dirigir-se aos nossos serviços para apresentar sugestões úteis e eficazes, participando na avaliação de qualidade dos serviços e dos cuidados que lhe são prestados, ou mesmo reclamações, quando elas se justifiquem.

Encontra-se disponível nesta USF, livro amarelo de reclamações.

Aqui também pode elogiar.


RENOVAÇÃO DA CARTA DE CONDUÇÃO

De acordo com determinação legal, o processo de emissão dos atestados médicos para renovação das cartas de condução passou a ser efetuado numa plataforma eletrónica, podendo ser emitido por qualquer médico no exercício da sua profissão.

O processo na plataforma eletrónica que tinha o objetivo de simplificar o processo, obriga a verificar uma série de parâmetros que são impossíveis de efetuar a nível desta Unidade de Saúde, obrigando a pedir pareceres de especialistas externos à USF, com destaque para a avaliação oftalmológica exigida, e a diversas outras, em função de eventuais problemas de saúde que os doentes possam apresentar.

Alertamos os nossos utentes para que, em caso de pretenderem que o seu atestado para renovação da carta de condução seja obtido nesta USF, devem fazê-lo com meses de antecedência relativamente ao seu termo, para que todo este processo possa decorrer em tempo oportuno.

Advertem-se os utentes que poderão ser necessárias 2 ou mais consultas para que seja possível a emissão do atestado. Mais se informa, que estas situações não serão atendidas em consultas de doença aguda, para o próprio dia. Todos os utentes deverão fazer-se acompanhar de exame oftalmológico completo atualizado (efetuado há menos de 6 meses) que contemple todos os itens de avaliação oftalmológica contemplados na página 2 da ficha de Exame de Condutores ou Candidatos a Condutores emitido pela DGS, bem como a primeira página da mesma, preenchida pelo próprio, com os dados referentes à sua identificação e dados de saúde conhecidos. Os portadores ou candidatos a carta de condução do grupo 2, deverão igualmente fazer-se acompanhar da necessária avaliação psicológica.